• ControlSoft

China compra soja dos EUA e também do Brasil



A China anunciou a liberação de novas cotas para compra de soja dos Estados Unidos, comprou também no Brasil, mas os prêmios, ainda assim, caíram. De acordo com o especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agro econômica, os asiáticos não abandonaram os sul-americanos.


“Há rumores de que China esteve ativa nesta terça-feira, comprando 6 cargos, sendo 3 cargos do Brasil, 2 cargos nos portos do Pacífico (PNW) dos EUA e 1 cargo no Golfo (USG), após o governo chinês indicar a liberação de novas cotas de soja dos EUA, de aproximadamente 10 MT. Como se vê, a China repartiu igualmente as compras entre o Brasil e os EUA, em plena janela de exportação americana e em plena vigência de um acordo entre americanos e chineses”, comenta ele.


Além disso, os prêmios da soja nos portos brasileiros cairam 1 cent/bushel para fevereiro e para março, mas, subiram 6 cents para abril, ficaram estáveis para maio, caíram 4 cents para junho e ficaram estáveis para julho. “Novamente foi negociado prêmio para o mês de dezembro, que ficou em 88 cents”, completa.


“O mercado intermediário de Paper de Paranaguá novamente negociou fevereiro a +88X e +90X e Abril/Maio a +25 e +27 . Os prêmios da soja brasileira CIF portos da China permaneceram estáveis para fevereiro e para março, caíram 3 cents para abril e para maio e ficaram estáveis para junho e para julho. No porto chinês de Dalian o preço flat da soja-grão fechou a US$ 476,25/t, contra 476,34/t no dia anterior; o pellets de soja, fechou a US$ 436,68/t (432,80/t). O preço do óleo de soja, fechou a US$ 843,12 (843,27)”, conclui.

4 visualizações